616724
Hoje
Ontem
Esta semana
Semana passada
Este mês
Mês passado
Todos os dias
237
422
2733
610566
10549
13355
616724

COLEÇÃO

 

O acervo da Área de Morfologia da FM/UnB é único no DF, e agregou em meio século, uma coleção com valor histórico, científico e institucional. O acervo do MAH foi sendo construído ao longo de quatro décadas, composto em sua maioria de ossos e peças anatômicas, resultantes de coleta, macerações e dissecações executadas por técnicos especialistas.

 

Os objetos do acervo foram conservados por técnicas diversas, restauro e processos adequados de armazenamento. Muitas peças, após a fixação, foram preparadas por método de congelamento ou embalsamamento modificada, para conservação a seco, com o objetivo de fornecer ao usuário do MAH maior visibilidade de estruturas específicas e também para proteção contra danos físicos, biodegradação e de manuseio. Diversas substâncias como resina vinílica, gelatina corada e borracha líquida foram utilizadas para técnicas de injeção vascular, repleção e corrosão de vasos, modelagem de cavidades e diafanização de órgãos, permitindo o estudo da arquitetura interna de vísceras sólidas e ocas. No que diz respeito às neurotécnicas, as microdissecações dos fascículos neurais foram feitas em lupas estereoscópicas, tanto para a preparação periférica do sistema neural como para a modelagem macroscópica dos planos profundos do encéfalo.  O acervo também consta de centenas de cortes preparados pela técnica de Giacomini modificada ou corados pelo método de Mulligan. Em relação ao acervo de ossos, esqueletos desarticulados foram preparados por maceração em água corrente ou por digestão de tecidos, preservados conforme a técnica de preparo.

 

Os objetos do acervo são destinados à exposição permanente, projetos de ensino, popularização do conhecimento, atendimento a egressos e possíveis intercâmbios interinstitucionais entre programas de pós-graduação e extensão universitária.

 

Dentre o material conservado em solução destaca-se uma coleção de embriões e fetos humanos em diferentes graus de desenvolvimento, os quais ilustram as diversas fases da formação da vida. Há nesta coleção, obras raras que retratam anomalias anatômicas congênitas, como meroanencefalia, defeitos do tubo neural, hidroanencefalia, anormalidades cardíacas, onfalocele, ciclopia, gêmeos xifópagos, ictiose lamelar congênita, sindactilia, talipe equinovaro e fenda labial, gastroquise, teratoma sacrococcígeo, meningocele craniana occipital, linfangioma, entre outros. Destacando-se ainda peças de difícil obtenção como fetos dentro do útero, obtidos por óbito materno.

 

 

 

Área de Morfologia
Local: 2° andar, Bloco B da Faculdade de Medicina, Campus Darcy Ribeiro, Universidade de Brasília.
Telefone: +55 (61) 3107-1912 / 3107-1921