Vetores espanhol unasus

 

Em parceria com a OPAS, UNA-SUS/UnB lança curso de vigilância e controle de vetores em espanhol

Com carga horária de 36h, o curso tem como objetivo aprimorar os conhecimentos sobre a biologia e o comportamento dos vetores, assim como técnicas, equipamentos e produtos utilizados na rotina dos programas.


Profissionais de saúde de língua espanhola interessados em aprofundar os conhecimentos sobre vigilância e controle de vetores já podem se matricular no curso Vigilancia y control de vectores de importancia en salud pública, desenvolvido pela Universidade de Brasília (UnB), integrante da Rede UNA-SUS, em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS).

Sucesso na versão em português, que já contabiliza mais de 20 mil matriculados desde dezembro de 2019, a qualificação é livre, gratuita e tem início imediato. As matrículas podem ser realizadas até 30 de dezembro de 2022, pelo link.

De acordo com a coordenadora do curso, Gilvânia Feijó, a qualificação é fruto do extenso trabalho de revisão e adaptação dos conteúdos, realizado em parceria com a OPAS. Além disso, a qualidade dos conteúdos e a tecnologia utilizada foram cruciais para que esta experiência pudesse ser ofertada para os países de língua espanhola. 

“Informações sobre a distribuição das espécies vetoras nessas localidades, a carga que as doenças transmitidas por vetores representam para esses países, e diretrizes internacionais atualizadas sobre os métodos de vigilância e controle garantem um conteúdo que poderá ser adequado à realidade de cada país”, destacou a coordenadora.

Para ela, os profissionais terão uma oportunidade única de acessar um curso sobre os principais vetores transmissores de doenças na região das Américas, que lhes propiciará sólidos conhecimentos sobre a sua biologia, ecologia e principais métodos de controle. “Outro aspecto importante é o ineditismo dessa iniciativa. Pela primeira vez todos os alunos terão acesso a um curso totalmente gratuito e com uma certificação de uma renomada universidade da região”, completou Feijó.

Com carga horária de 36 horas, divididas em quatro unidades, a capacitação aborda noções de vigilância entomológica e métodos de controle vetorial; biologia de insetos vetores; classificação e formulação dos diversos grupos de inseticidas e resistência de insetos vetores aos produtos utilizados; e tecnologias de aplicação de inseticidas.

Para isso, conta com um amplo conjunto de ferramentas de ensino como videoaulas, materiais complementares de consulta e exercícios para que os alunos apliquem o conhecimento adquirido em sua rotina de trabalho. "Fizemos uma revisão teórica que qualificou e agregou informações atualizadas para os conteúdos do curso, além de empregar uma plataforma Moodle customizada para a oferta em espanhol", destaca Jitone Lêonidas Soares, coordenador de produção EaD na UNASUS-UnB.

Para saber mais sobre esse e outros cursos UNA-SUS, acesse www.unasus.gov.br/cursos.

 

Topo
Faculdade de Medicina - Universidade de Brasília-UnB - Campus Universitário Darcy Ribeiro - Asa Norte-Brasília-DF Brasil - CEP: 70.910-900
Fone: 55 (61) 3107.1701 E-mail: fmd@unb.br
Copyright © 2019 - 2023